AGU cria comitê para promover inclusão de minorias

Digiqole Ad


A Advocacia-Geral da União (AGU) criou Comitê de Diversidade e Inclusão, que terá a missão de propor ações para respeito e acolhimento de minorias no órgão, conforme portaria publicada, nesta segunda-feira (27), no Diário Oficial da União.  

O grupo será composto por seis membros, indicados pela Assessoria Especial de Diversidade e Inclusão da AGU e pelas secretarias de Controle Interno e Geral de Consultoria. De acordo com a AGU, mais dez integrantes serão selecionados por meio de edital entre servidores das carreiras de advogado da União, procurador da Fazenda Nacional, procurador federal, procurador do Banco Central e das áreas de apoio da AGU. Os escolhidos terão mandato de dois anos. Está prevista a paridade de gênero entre os indicados, que serão voluntários.

O grupo irá se reunir a cada dois meses. Há proposta da participação de convidados de outros órgãos, como dos ministérios de Direitos Humanos, das Mulheres e da Gestão e Inovação em Serviços Públicos e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

“Queremos promover um diálogo com a sociedade civil a respeito desses temas para que a gente consiga construir algo que seja realmente efetivo e que propicie um ambiente mais acolhedor e equânime no âmbito da AGU”, diz a assessora especial de Diversidade e Inclusão e coordenadora do comitê, Cláudia Trindade, em nota divulgada no site da AGU.

Com a criação, os próximos passos do comitê são elaboração de plano de ação e identificar políticas e projetos de diversidade e inclusão em andamento no Poder Executivo e que podem ser implantados pela AGU.



Source link

----------------------------------------------------------------------------------