Em Borba, Governo do Estado vai implantar 43ª usina de geração de oxigênio medicinal do Amazonas

Digiqole Ad

Usina será instalada para reforçar assistência em saúde no Hospital Vó Mundoca, por meio da expansão da capacidade operacional

O Governo do Amazonas está cedendo uma usina de oxigênio medicinal e um enchedor de cilindros para o município de Borba (a 151 quilômetros de Manaus). O termo de cessão provisória foi assinado pelo governador Wilson Lima, nesta segunda-feira (06/06). Adquirido com recursos estaduais, o equipamento tem capacidade de gerar 30 metros cúbicos por hora e vai ser instalado no Hospital Vó Mundoca.

A liberação do equipamento foi feita durante as atividades do Governo Presente, que ocorre no município. O secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, e o prefeito de Borba, Simão Peixoto, também assinaram o documento. Além da usina, Borba recebeu outros equipamentos e itens médicos, hoje.

“A determinação do governador Wilson Lima é equipar as unidades de saúde da capital e do interior para que tenham condições de prestar assistência aos pacientes, como é o caso da usina, os materiais de laboratório e os medicamentos. A usina de oxigênio já conta com o enchedor de cilindros para otimizar o armazenamento pela unidade hospitalar”, afirmou Anoar Samad.

A usina será instalada no município para reforçar a assistência em saúde no Hospital Vó Mundoca, por meio da expansão da capacidade operacional. Com a pandemia de Covid-19, o Governo do Amazonas quase dobrou a capacidade de produção diária de oxigênio no Estado, com a aquisição de usinas para a capital e interior. O investimento total com as usinas e os enchedores de cilindros é de R$ 41,2 milhões.

O Amazonas possui 43 usinas de oxigênio em operação no estado, sendo 31 em funcionamento no interior e 12 em Manaus. O Governo do Estado realizou processo licitatório para aquisição de mais 29 usinas de oxigênio, incluindo sistema para abastecimento de cilindros de oxigênio, com o qual o município de Borba é beneficiado.

Equipamentos

Borba recebeu também um monitor multiparamétrico para reforçar a assistência na unidade hospitalar e garantir o atendimento dos pacientes. O monitor é o principal equipamento utilizado entre os profissionais de saúde para acompanhar a evolução dos indicadores de saúde e avaliar a necessidade de novas intervenções. Os monitores se destinam ao uso em setores como triagem, emergências, centros cirúrgicos e leitos de Unidade de Cuidado Intermediário (UCI).

Entrega de equipamentos – Fotos de Diego Queiroz/FVS-RCP

Nesta segunda-feira, o governador Wilson Lima entregou ainda 12.746 itens para enfrentamento ao período de cheia dos rios, como medicamentos, insumos e equipamentos de proteção individual (EPIs).

Também foi repassada uma centrífuga mutiprocessada, com capacidade de centrifugar um volume total de 240 ml, e suporte para 16 tubos de 15 ml; e um microcomputador para equipar o laboratório do Hospital Vó Mundoca.

Com informações da ACS

----------------------------------------------------------------------------------