Talibã ordena que apresentadoras de programas televisivos cubram rosto quando estiverem no ar, no Afeganistão

A determinação é mais uma ofensiva contra os direitos da mulheres. O grupo informou ainda que apenas os olhos das profissionais devem ficar visíveis e disse que a ordem é “final e inegociável”.

“Ontem [quarta-feira] nos reunimos com autoridades da mídia. Elas aceitaram nosso conselho com muita satisfação”, disse Akif Mahajar, porta-voz do Ministério do Vício e Virtude.

Mahajar disse que as apresentadoras podem usar uma máscara facial médica, como as utilizadas durante a pandemia de Covid-19, para cobrir o rosto.

A nova regra passa a valer a partir de domingo, mas algumas emissoras já estão cumprindo a ordem.

Uma famosa apresentadora da Tolo, Yalda Ali, postou nas redes sociais um vídeo colocando a máscara, com a legenda: “uma mulher sendo apagada, por ordem do Ministério do Vício e Virtude”.